15 - 06 2011

O Método 5 da US EPA tem uma importância significativa no Brasil, visto que serviu de base para a elaboração de dois métodos da ABNT, utilizados no Brasil para a amostragem em chaminés, quais sejam:

  • MB-3355 (dez./1990) – Efuentes gasosos em dutos e chaminés de fontes estacionárias – Determinação de material particulado.
  • NBR 12020 (abr./1992) – Euentes gasosos em dutos e chaminés de fontes estacionárias – Calibração dos equipamentos utilizados em amostragem.

Ao traduzirmos o Método 5 da EPA na íntegra, nossa intenção foi facilitar a leitura de um documento que pode trazer à luz muitas particularidades em amostragem em dutos e chaminés que não estão tão claras nos documentos da ABNT, como, por exemplo, os critérios de aceitação e a frequência de calibração (ou ensaio) do gasômetro seco.

Faça uma visita à Biblioteca de nosso site e baixe a tradução.

18 - 04 2011

post1Temos o prazer de comunicar aos nossos clientes, usuários de CIPA (Coletor Isocinético de Poluentes Atmosféricos), que estamos oferecendo uma versão do amostrador com gasômetro N2,5, fabricado pela Kimmon (Japão).

O N2,5 é hoje considerado um dos melhores gasômetros do mundo para amostragem chaminé, sendo utilizado pelos principais fabricantes de amostrador em chaminé nos EUA.

Já temos bastante experiência com o gasômetro, pois é comum recebermos amostrador para ensaio no nosso LME e realmente atestamos a excelente repetitividade do medidor em toda a faixa de vazão do amostrador, ou seja, de 10 a 34 L/min, garantindo assim uma maior confiabilidade.

A Energética já está mantendo um estoque mínimo do gasômetro, tanto para instalação em amostradores, como para venda em avulso. Entre em contato como o nosso setor de vendas, caso queira obter mais informações.

15 - 09 2010

post2Informamos aos usuários do CIPA, que necessitam de análises de dioxinas e furanos, que a Energética conheceu e visitou as instalações de uma empresa capacitada à realização desses serviços, no Rio de Janeiro. Trata-se da IPEX – Integrated Petroleum Expertise Co.. As análises de dioxinas e furanos são realizadas pelo grupo de POPs (Persistent Organic Pollutants) da empresa, gerenciado pelo engenheiro químico Klaus Reichel.

No momento, a empresa está em processo de obtenção de acreditação junto ao Inmetro para essas análises.

Informamos também que a Energética não possui nenhum tipo de vínculo com a IPEX. Essa informação tem apenas o intuito de divulgar e fornecer aos nossos clientes mais uma opção para realização do serviço. Dessa forma, o contato deve ser feito diretamente com a IPEX através dos dados abaixo:

IPEX – Integrated Petroleum Expertise Co.
Rua Dezenove de Fevereiro, 69/71 Botafogo, Rio de Janeiro, RJ
CEP: 22280-030
www.ipexco.com.br
Tels: (21) 3622-9500 e 3622-9536
Contato: Eng. Klaus Reichel

12 - 04 2010

post4Sob o número 0412, a Energética agora faz parte da Rede Brasileira de Laboratórios de Ensaio (RBLE). A acreditação exprime a demonstração formal da competência do Laboratório de Metrologia da Energética (LME) na realização dos ensaios dos itens do CIPA. Essa competência vem sendo desenvolvida há muitos anos com muito trabalho e investimento.

Os ensaios são realizados pelo LME segundo a norma ABNT NBR 12020 abr. 1992 e o escopo acreditado é o descrito abaixo:

1) Ensaio do Gasômetro Seco e da Placa de Orifício
2) Ensaio de Tubo Pitot S Isolado em Múltiplas Velocidades
3) Ensaio do Conjunto Termopar / Indicador de Temperatura da Caixa Fria
4) Ensaio do Conjunto Termopar / Indicador de Temperatura do Gasômetro Seco
5) Ensaio do Conjunto Termopar / Indicador de Temperatura da Caixa Quente
6) Ensaio do Conjunto Termopar / Indicador de Temperatura da Chaminé
7) Ensaio do Conjunto Termopar / Indicador de Temperatura da Sonda
8) Ensaio de Boquilha